Resultado de exames laboratoriais

Hospital Marcelino

Acupuntura é eficaz no tratamento de várias doenças

Classificada pela Organização Mundial da Saúde como um método de tratamento complementar e integrativo, a Acupuntura Tradicional Chinesa foi declarada Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade pela Unesco em 2010. Aacupuntura é um método terapêutico em que finas agulhas descartáveis sao inseridas na superfície do corpo do paciente para o tratamento de doenças e promoção da saúde. O objetivo da acupuntura é tratar o paciente como um todo e não como um ser dividido em pedacinhos. Desde 1995, é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina e como área de atuação em dor pela Associação Médica Brasileira.

As agulhas poderosas

Nos últimos cinquenta anos, diversas pesquisas científicas realizadas tanto na China quanto no Ocidente têm desvendado os efeitos da Acupuntura no tratamento da saúde

acupuntura_-_Andrey_Popov_Shutterstock

Acupuntura: uma prática milenar reconhecida pela medicina

Estes estudos identificaram que a inserção das agulhas estimula as terminações nervosas existentes na pele e nos tecidos subjacentes, principalmente nos músculos. A mensagem gerada por esses estímulos segue pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central (medula e cérebro). “Isto acarreta a liberação de diversas substâncias químicas, conhecidas como neurotransmissores, desencadeando uma série de efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e de relaxamento dos músculos”, explica a médica e acupunturista Ivana Tabalipa Giublin.

Outra vantagem da Acupuntura é promover uma ação moduladora sobre as emoções, os sistemas endócrino e imunológico e várias outras funções orgânicas.

De reumatismo a doenças neurológicas

Ainda que o campo de atuação da Acupuntura seja amplo, uma vez que as agulhas estimulam o sistema nervoso e regula e harmoniza o funcionamento do organismo de forma geral, sua prática diária tem mostrado grande eficácia no tratamento de doenças e disfunções orgânicas específicas, como as neurológicas, psiquiátricas, ortopédicas, respiratórias, reumatológicas e digestivas.

Como funciona

A acupuntura vai além da etapa da inserção das agulhas – parte de uma série de procedimentos. Usualmente, uma sessão de acupuntura segue a mesma sequência das consultas médicas de outras especialidades.

Ivana conta que, durante a consulta, o histórico do paciente e suas queixas são ouvidos e anotados. Em seguida, um exame físico é realizado e, se necessário, exames complementares são solicitados. “A partir do diagnóstico, o médico decide se a acupuntura é indicada para aquela situação clínica e se existe a necessidade de prescrição de alguma medicação, assim como outros tratamentos complementares”, revela a médica acupunturista.

Ao final, o médico estabelece o prognóstico, informando ao paciente sobre as possibilidades de sucesso no tratamento a ser realizado, assim como suas limitações. Em alguns casos, ele irá encaminhar o paciente a um médico de outra especialidade para uma nova avaliação ou mesmo para a continuidade do tratamento.

Outra vantagem da acupuntura é que o paciente não precisa interromper outros tratamentos em andamento. Em alguns casos, inclusive, o diagnóstico pode associá-la a medicamentos ou à fisioterapia, por exemplo.

Certificação

Procurar um profissional com certificação comprovada é importante para a segurança do paciente. “O risco mais prevalente não se refere à acupuntura e sim, mas à prática por profissionais sem a devida qualificação e que não têm conhecimento sobre a anatomia normal e sobre a elaboração de um diagnóstico e prognóstico”, alerta Ivana.

Mapa do Site
Av. Pres. Affonso Camargo, 1399 - Cristo Rei, Curitiba - PR
(+55 41) 3087-7600