Resultado de exames laboratoriais

Hospital Marcelino

Durante a estação mais fria do ano, cresce em 30% a incidência de infarto

shutterstock_339521789

Segundo cardiologista do Hospital Marcelino Champagnat, quedas de temperaturas diminuem o fluxo de sangue que nutre o coração

 Uma das principais causas de morte no Brasil, o infarto do miocárdio ocorre quando parte do coração não recebe sangue com oxigênio em quantidade suficiente, causando a morte do músculo cardíaco. Durante o inverno, a incidência de infarto do coração pode aumentar entre de 10 a 38%, uma vez que, de acordo com André Bernardi, cardiologista do Hospital Marcelino Champagnat, o frio faz com que as veias e artérias se contraiam e, consequentemente, aumente a pressão arterial, o que acelera os batimentos cardíacos e obriga o sistema circulatório a trabalhar mais.

Segundo Bernardi, “o organismo realiza o aceleramento das batidas para manter a temperatura do corpo, e com isso, o sangue que circula é mais viscoso e apresenta mais chances de coagulação”. Isso ocorre preferencialmente em pacientes com fatores de risco para infarto: sedentarismo, tabagismo, hipertensos, diabéticos e aqueles com colesterol alto.

Para entender como o frio pode ser perigoso para o coração, o cardiologista explica que, o mesmo que ocorre quando as mãos ficam frias no inverno, perceptivelmente pálidas, é o que acontece com o coração. Esse fenômeno, chamado de vasoconstrição, é o estreitamento dos vasos sanguíneos que também pode ocorrer nas artérias coronárias.

“Outra questão que pode justificar o aumento dos casos de infarto no inverno, são as infecções respiratórias, que estão tipicamente aumentadas nesse período”, afirma o cardiologista. O médico indica que manter o corpo aquecido e não se expor aos extremos das temperaturas, são dicas de prevenção essenciais. Além disso, os pacientes que já apresentarem fatores de risco cardiovascular, devem manter um acompanhamento com um cardiologista, uma dieta saudável e exercícios físicos regulares, dando preferência para o final da tarde.

 

Aqueça o seu coração

ü  Tenha uma alimentação balanceada

ü  Evite comer gorduras saturadas, como a gordura presente na carne vermelha.

ü  Cuidado com excesso de sal e açúcar.

ü  Beba dois litros de água por dia.

ü  Pratique exercícios físicos com regularidade.

ü  Controle e observe sua saúde, verificando a pressão sanguínea e os índices de colesterol.

ü  Administre o estresse e procure fazer atividades relaxantes, como estar com amigos e família.

Mapa do Site
Av. Pres. Affonso Camargo, 1399 - Cristo Rei, Curitiba - PR
(+55 41) 3087-7600