Resultado de exames laboratoriais

Hospital Marcelino

Na contramão da crise, Hospital Marcelino Champagnat investe meio milhão em aparelho 3D para realização de cirurgias complexas

Aparelho 3D

Equipamento alemão permitirá melhor acesso e visualização de tumores e nervos em procedimentos realizados por diferentes especialidades

Referência em procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, o Hospital Marcelino Champagnat segue investindo em tecnologia. Neste mês, a instituição importou da Alemanha uma câmera 3D que permitirá melhor acesso e visualização de tumores e nervos em procedimentos realizados por diferentes especialidades.

O Hospital é a primeira instituição de saúde do sul do país a adquirir a tecnologia SPIES – Storz Professional Image Enchancement System, que permite iluminar a imagem endoscópia, aumentar ou apresentar tecidos de forma diferenciada, mediante diferentes tonalidades cromáticas, no mais alto nível de qualidade FULL HD.

Para o cirurgião do aparelho digestivo, Caetano Marchesini “o uso dessa nova tecnologia, sem dúvida, trará mais realismo aos procedimentos feitos por vídeocirurgia, uma vez que as imagens transmitidas através da tecnologia anterior obrigam o cirurgião a trabalhar apenas com as referencias espaciais de lateralidade, isto é, não há a percepção de profundidade, que é o terceiro plano (3D)”.

Com a câmera 3D, o cirurgião poderá realizar movimentos mais precisos e seguros durante os procedimentos, consequentemente, a cirurgia se torna também mais segura e até mais rápida, beneficiando o paciente com menos tempo de indução anestésica, recuperação mais rápida e retorno breve a suas atividades normais.

Todos os procedimentos, de diferentes especialidades, que são realizados por vídeocirurgia poderão usufruir da nova tecnologia, como por exemplo, os ortopédicos, urológicos e laparoscópicos (abdominais). Segundo o urologista Aníbal Wood Branco, o aparelho auxiliará também no tratamento contra o câncer de próstata. “Além de reduzir os danos pós-cirúrgico, a imagem em 3D será um diferencial nas situações onde há dificuldade de acesso, principalmente em canais menores, o aparelho permitirá melhor visualização das estruturas. Com isso, diminui-se os riscos de impotência após um tratamento de câncer de próstata”.

Com o investimento de R$ 500mil, o hospital espera aumentar o número de cirurgias realizadas mensalmente e garantir ainda mais segurança e resolutividade cirúrgica aos seus pacientes.

Mapa do Site
Av. Pres. Affonso Camargo, 1399 - Cristo Rei, Curitiba - PR
(+55 41) 3087-7600