Logo HMC
Saúde e bem estar

Cirurgia no cérebro é realizada com paciente acordado e sem dor. Saiba como é possível.

Já imaginou fazer uma cirurgia no cérebro enquanto descreve a receita de sua comida preferida, toca um instrumento musical ou resolve operações matemáticas? Pode soar estranho, mas esta cena tem se tornado cada vez mais frequente.

A Craniotomia com o paciente acordado é uma operação indicada para a retirada de tumores cerebrais localizados perto das áreas que controlam a fala, a visão e os movimentos do corpo. Durante a cirurgia, são aplicados estímulos elétricos às áreas vizinhas ao tumor, enquanto o paciente é submetido a testes cognitivos e de linguagem. O procedimento permite aos médicos identificar, com alto grau de precisão, as áreas saudáveis do cérebro e aquelas acometidas por células cancerígenas.

“Essa técnica possibilita retirar o máximo volume do tumor, com mais segurança, preservando a função cerebral e reduzindo o risco de sequelas”, afirma Dr. Carlos Alberto Mattozo, neurocirurgião do Hospital Marcelino Champagnat. A remoção de grande parte do tumor permite um controle mais eficaz da doença, diminuindo também as chances de recidiva.

Apesar de estar consciente durante parte da operação, a pessoa não sente dor em nenhum momento. O paciente é sedado no começo da cirurgia e, apenas quando o crânio já está pronto para o início da intervenção, é acordado. É neste momento que começam os testes. A equipe médica solicita que o paciente responda a algumas questões, como nomear figuras, fazer a relação entre elas ou contar alguma história, enquanto o cirurgião aplica os estímulos elétricos em áreas específicas do seu cérebro. Se for um caso de tumor próximo a uma área que controla a linguagem, por exemplo, e ocorrerem alterações no padrão de fala, quando os estímulos elétricos são aplicados, isso indica que se trata de uma área funcional, ou seja, que não deve ser mexida.

Após a realização dos testes, o paciente é sedado novamente e volta a dormir até o final da cirurgia. O procedimento completo dura de 4 a 6 horas e a recuperação costuma ser rápida. “Com os testes feitos durante a cirurgia, o paciente pode ter alta em poucos dias”, afirma Dr. Mattozo.

A Craniotomia com o paciente acordado é realizada no Hospital Marcelino Champagnat desde julho de 2019. No Marcelino, procedimentos de alta complexidade como este contam com uma estrutura de ponta e com profissionais altamente capacitados para garantir a eficiência e eficácia dos atendimentos, com a máxima segurança para o paciente. É assim que buscamos os melhores resultados em saúde, com qualidade e excelência em cada detalhe.